ESPUMANTE OU CHAMPAGNE: ENTENDA A DIFERENÇA

Você já deve ter notado que o público consumidor de vinhos adora beber um espumante ou champagne, certo? Mas você já se perguntou qual é a diferença entre estes dois produtos? A sua dúvida é a dúvida de muitos. Por isso preparamos este artigo para esclarecer o assunto.

ESPUMANTE É UM VINHO QUE POSSUI GÁS CARBÔNICO NATURAL

A definição de espumante é descrita como um vinho que passa por duas fermentações e que contém gás carbônico natural em quantidade evidente (as típicas borbulhas).

O espumante é elaborado a partir de um vinho tranquilo, conhecido também como vinho base, que já passou pela primeira fermentação, a qual consiste no processo de transformação do açúcar em álcool e gás carbônico, sendo este último liberado no processo. 

Na segunda fermentação o gás carbônico não é liberado, ele se mistura com o líquido, o que provoca a efervescência observada no espumante. Esta segunda fermentação é feita através de dois métodos:

  • Método Charmat: o vinho base é transferido para um tanque de aço inox pressurizado. Junto com ele é adicionado o licor de tiragem – mistura do mesmo vinho com leveduras e açúcar. A partir daí, o tanque é vedado para que o gás carbônico, liberado pelas leveduras, não escape, misturando-se na bebida, consequentemente, formando borbulhas. Ao findar a fermentação, o líquido do espumante é filtrado, para a remoção das borras, e engarrafado.

  • Método Champenoise ou Tradicional: neste método a segunda fermentação ocorre dentro da garrafa do espumante. Na garrafa são adicionados o vinho base e o licor de tiragem, após a garrafa é vedada e o processo de fermentação acontece. Durante este processo, as leveduras morrem, formando borras compostas por aminoácidos. Quanto mais contato o líquido tiver com estas borras, mais complexo o espumante será, no que diz respeito a corpo, aromas e sabores. Após ficar em contato com as borras por tempo determinado pelo enólogo, ocorre o processo de dégorgement, que consiste na retirada das borras da garrafa. Neste processo, as garrafas são inclinadas e giradas lentamente, para que as borras se depositem no bico da garrafa. Na sequência, o bico da garrafa é congelado e, assim que a garrafa é aberta, com a pressão do gás carbônico as borras são eliminadas. 

Agora que você já sabe o que é um espumante e como o mesmo é elaborado, vamos a explicação do que é um champagne.

CHAMPAGNE É UM ESPUMANTE PRODUZIDO EM UMA REGIÃO ESPECÍFICA DA FRANÇA

O termo champagne refere-se a um espumante de alta qualidade produzido numa determinada região no nordeste da França: a Região de Champagne. Além da localização, para ser denominado como “champagne”, o espumante precisa ser elaborado com as uvas Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier. A segunda fermentação precisa, obrigatoriamente, ocorrer dentro da garrafa, pelo método champenoise. Portanto, todo champagne é um espumante proveniente da Região de Champagne, na França, seguindo procedimentos específicos de elaboração.

Como utilizar esse conhecimento no seu Negócio de Vinhos?

Cada uma destas bebidas, seja espumante ou champagne, possui as suas características de aromas e sabores, o que possibilita atender aos mais diversos paladares dos seus clientes. Veja:

  • Os champagnes possuem alta acidez, são secos, com aromas tostados e de fermento, resultado do contato com as leveduras.
  • Os espumantes elaborados pelo método Champenoise possuem mais complexidade em aromas e estrutura no paladar, por passarem por um processo mais demorado e elaborado.
  • Os espumantes elaborados pelo método Charmat são mais frutados, leves e refrescantes, devido a sua fermentação mais rápida.

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe com seus amigos!

Até a próxima!

1 comentario

Deixe um comentário para ENTENDA QUAL É A TEMPERATURA IDEAL PARA O SERVIÇO DO VINHO – EducaVinhos Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.