ESSE É O CAMINHO PARA COMEÇAR O SEU NEGÓCIO DE VINHOS DO ZERO

Muitos me perguntam se é possível começar um negócio de vinhos com zero investimento. A resposta é SIM! É possível, inclusive como uma renda extra, conciliando com seu trabalho atual!

O primeiro passo é definir o modelo de negócio com o qual você pretende atuar: modelo VENDA FUTURA ou modelo REVENDA.

No modelo Venda Futura, você se afilia a um fornecedor (uma plataforma de vendas), e vende através de um link, sem ter estoque e investimento inicial.  A plataforma se responsabiliza pelo envio dos produtos e pela cobrança do cliente, repassando para você uma comissão pela venda, que varia de 6% a 12%.

Geralmente as plataformas preparam todas as artes visuais das promoções e você só tem que enviá-las para seus contatos e fazer a venda. O intuito das plataformas é conectar os produtores e importadores de vinhos com os clientes, através de um embaixador (você). 

Saiba mais sobre as plataformas de venda futura acessando: 

Plataforma Soma

Wine Eventos

Total Vinhos

No modelo Revenda você pode começar com 2 a 4 mil reais de investimento e ter um estoque inicial de vinhos, podendo ganhar 4 vezes mais do que no modelo de Venda Futura.  Você será dono do seu próprio Negócio de Vinhos, comprando diretamente de vinícolas e importadoras, aplicando a sua margem de lucro.

Nesse modelo você será responsável pelo envio de mercadorias, montagem do estoque, serviço de entrega rápida, etc.  A vantagem é bem maior, pois com estoque em casa, você também pode atuar com Delivery de Vinhos, e entregar para seu cliente na hora que ele precisar!

Mas, talvez você ainda esteja com algumas dúvidas, como “Quais rótulos escolher? Quais os melhores fornecedores?…”

Na Semana da Arte de Vender Vinhos, de 14 a 21 de Março, falarei sobre estes e outros temas relacionados à estruturação do seu Negócio de Vinhos. Será uma semana de aulas incríveis! Um evento 100% online e 100% gratuito. Garanta a sua vaga clicando aqui. 

Forte abraço! 

2 comentários

Deixe um comentário para Josias Pereira Lopes Junior Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Boa tarde, estou eu cheguei a me escrever na semana de arte mas não consegui participar, gostaria de ser um revendedor de vinhos, trabalhei em dois restaurantes aqui em Recife, onde o consumo tem crescido, além de ser um apreciador e ter bastante amigos que apreciam, e enxerguei esse mercado para mim. Então, o que é preciso para me tornar um revendedor, não só para pessoas comuns mas atender também bares e restaurantes?
    Abri um MEI para mim, para atender esse mercado de vinhos!

    • Formalizar o seu negócio é um passo muito importante. Parabéns pelo avanço! Agora é hora de você conhecer o perfil seu público-alvo (desejos e necessidades) e realizar a sua primeira compra, com bons fornecedores. Como você já possui o MEI, será possível conseguir boas negociações! Nos dias 12, 13, 14 e 15 de Julho realizaremos uma MasterClass (evento online e gratuito) para você vai tirar seu negócio de vinhos do papel, não perca! Clique aqui para garantir a sua vaga.